22 de jan de 2012

Riscos com animais Peçonhentos

Os acidentes com animais peçonhentos são aqueles causados por animais que produzem veneno e o secretam através de estruturas inoculadoras especializadas, como por exemplo, presas, ferrões e espinhos. Dentre os vários animais peçonhentos, destacamos algumas espécies de serpentes, escorpiões, aranhas, abelhas, vespas, lagartas, formigas, arraias, entre outros. Estes acidentes são importantes na prática médica, uma vez que ocorrem com relativa freqüência, e muitas vezes acarretam em um quadro clínico de bastante gravidade, necessitando de um atendimento rápido e eficaz.


Escorpiões e Aralhas

Prevenção:

  • Mantenha limpos quintais e jardins;
  • Coloque o lixo em sacos plásticos fechados;
  • Deixe camas e berços afastados, no mínimo, dez centímetros da parede;
  • Evite que roupas de cama toquem o chão;
  • Verifique calçados, roupas, toalhas e roupas de cama antes de usá-los;
  • Use telas nas aberturas de ralos, pias e tanques;
Em caso de acidente:

  • Limpe o local com água e sabão e aplique compressa morna;
  • Procure o hospital mais próximo;
  • Capture e leve o animal ao serviço de saúde;
Serpentes
Prevenção:
  • Use botas no trabalho no campo; 80% das picadas atingem as pernas;
  • Utilize luvas de couro nas atividades rurais e de jardinagem;
  • Vede frestas em paredes e assoalhos;
  • Limpe as proximidades das casas, evitando folhagens, lixo e entulhos;
Em caso de acidente: 
  • Afaste a vítima da serpente e a mantenha em repouso;
  • Limpe o membro picado com água e sabão e mantenha-o mais elevado do que o restante do corpo;
  • Monitore os sinais vitais (Temperatura, Pressão Arterial,Respiração e Pulso)  e leve a vítima para um hospital;
Abelhas e Lagartas
Prevenção:
  • Cuidado ao manusear folhagens e ao colocar as mãos em caules de árvores; use equipamentos de segurança caso o manuseio seja necessário;
Em caso de acidentes:
  • Limpe o local com água e sabão;
  • Leve a vítima para um hospital ou serviço de saúde;
  • Se possível, capture o animal para ajudar na identificação do diagnóstico;
Fotos dos acidentes:

Fonte: Jornal Tribuna de Minas. Revisado por Ana Paula M. Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário