13 de ago de 2012

Úlcera Péptica


Úlcera péptica

 A úlcera péptica geralmente ocorre no estômago ou no duodeno e pode ser definida como uma erosão ou destruição focal das paredes destes órgãos. As lesões na mucosa geralmente ocorrem pela ação do “suco gástrico” (enzimas e ácidos que são produzidos pelo estômago para digestão dos alimentos).

Sintomas

Os principais sintomas da úlcera péptica são dor e queimação na região superior e central do abdome (epigástrica), agravadas pelo contato do ácido estomacal com as áreas afetadas, o que ocorre principalmente quando o estômago está vazio (ou seja, sem alimento no seu interior). Alguns pacientes referem melhora após a ingestão de alimentos ou antiácidos (especialmente nas úlceras duodenais), com retorno da dor ou desconforto após 2-4 horas.

Outros sintomas associados com a úlcera péptica são náuseas, vômitos, perda de apetite (anorexia) e emagrecimento (este último sintoma pode também estar relacionado ao câncer de estômago e precisa sempre ser avaliado com maior atenção).

Quais são as causas da úlcera péptica?

  • Abuso de álcool;
  • Abuso de café e alimentos fortes/ácidos;
  • Cigarro;
  • Estresse;
  • Uso de certas medicações como aspirina ou outros anti-inflamatórios;
  • Infecções (ex.: Helicobacter pylori).

Diagnóstico


  • O diagnóstico da úlcera péptica é feita, na maioria dos casos, através da endoscopia digestiva alta (EDA) ou, menos comumente, através de exames radiológicos contrastados do esôfago, estômago e duodeno (REED ou Seriografia);


  • Nos exames de EDA, é possível retirar pequenos fragmentos da mucosa (biópsia) para serem enviadas ao laboratório com o intuito de verificar a possível presença da bactéria H. pylori. Além disso, nos casos onde há suspeita de lesão maligna (câncer), a biópsia também servirá para fazer este diagnóstico.

Complicações

  • Hemorragia (geralmente identificada pela presença de sangue no vômito ou nas fezes);
  • Perfuração do estômago (caracterizada por início ou piora súbita e importante de dor abdominal, sendo geralmente um quadro grave e que requer atendimento médico imediato);
  • Obstrução do esôfago, estômago (menos comum) ou duodeno.

Tratamento

O tratamento deve ser direcionado para as causas e para as eventuais complicações, sempre com acompanhamento médico especializado.
TRATAMENTOS NATURAIS
• Para rápido alívio da dor, beba um copo grande de água. Ela dilui os ácidos estomacais e os esvazia.

• Evite todas as situações decorrentes da tensão, estresse, irritabilidade, tensão nervosa, raiva ou medo. Um completo descanso e relaxamento, deixando os problemas e preocupações de lado, são necessários.

• Não coma alimentos fritos, chá preto, produtos com cafeína, sal, chocolate, gorduras animais, condimentos fortes ou refrigerantes. Não beba leite de vaca. Não fume (se você fizer isso, não espere que a úlcera irá cicatrizar corretamente).

• Uma dieta rica em açúcar aumenta a produção de HCl. Pão branco também causa a produção de mais HCl.

• Nos anos anteriores, o tratamento recomendado incluía alimentação freqüente, ingestão de leite e uma dieta saborosa. Mas esta abordagem está descartada.

• Sabe-se agora que o cálcio do leite só estimula a produção de ácido ao invés de diminuí-lo, como foi ensinado durante anos. (o leite, inicialmente, neutralizar o HCl (ácido Clorídrico), mas o cálcio aciona a gastrina, que faz com que as paredes excretem mais HCl).

• Além disso, agora é sabido que beber leite e creme de leite pode levar a infartos do miocárdio (ataques cardíacos). O problema parece ser a gordura da manteiga na dieta.

• A batata é muito útil. Elas são suaves e têm uma reação alcalina.

• Vitamina U é a vitamina anti-ulcerosa, especificamente para úlceras pépticas. Couve crua e suco de alfafa têm muita vitamina U. A fervura destrói esse fator anti-úlcera, mas repolho murchos já contém menos vitamina U. Beba um suco de couve crua logo após fazê-lo.

• Coma abundância de vegetais folhosos da cor verde escura. Se os sintomas forem graves, coma alimentos leves (batata, abóbora, banana, inhame, etc) Ingira outros alimentos batendo-os num liquidificador e bebendo.

• Se você tem uma úlcera hemorrágica, adicione algumas sementes de psyllium na alimentação.

• Arroz branco e milharia bem cozidos são bons.

• Coma várias pequenas refeições.

• Não coma entre as refeições. Fazer isso retarda o esvaziamento do estômago e, assim, aumenta a quantidade de HCl no estômago.

• Mastigue devagar e alimente-se adequadamente.

• Também são úteis linhaça, camomila, alcaçuz, nepenta, bayberry, goldenseal, lúpulo, valeriana e mirra.

• Exercício neutraliza o stress. Mantenha um programa diário de exercícios ao ar livre.

• Certifique-se de evacuar diariamente, ou utilize enemas.

• Evite tomar antiácidos ou analgésicos, tais como a aspirina. Isso só aumenta o problema. O carbonato de cálcio dos antiácidos dobra a quantidade de produção de HCl. A aspirina pode fazer com que o estômago sangre.

• Evite utilizar medicamentos.

• Para a dor da úlcera péptica, aplique um saco de gelo no abdome um pouco acima do umbigo.
O suco da batata é um ótimo remédio caseiro para tratar a úlcera gástrica.
Escolha três batatas médias e descasque-as, a seguir forre um prato com um pano seco e limpo. Rale as batatas num ralador de cozinha comum e exprema com o pano a polpa da batata para dentro de um copo.
Outra forma de se obter o suco da batata é colocá-la num processador de alimentos.
O suco da batata deve ser tomado diariamente (3 xícaras ao dia) em jejum e ao londo do dia, ou sempre que a sensação dolorosa no estômago aparecer.
A úlcera gástrica é uma doença gastrointestinal que está relacionada à presença de uma bactéria chama Helicobater Pylori. Eliminá-la faz parte do tratamento, assim como a toma de anti-ácidos.
O suco da batata é um anti-ácido natural e não contém contraindicações.

Enfermeira/Professora: Ana Paula Moreira Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário