28 de ago de 2011

Intubação Orotraqueal

Fonte: viaaereadificil.com



Intubação traqueal
por laringoscopia direta


1)
Certifique-se que todos os equipamentos necessários estejam disponíveis.



2)
A cabeça do paciente é adequadamente posicionada, para um melhor alinhamento
dos eixos de visão.


3)
A lâmina do laringoscópio desliza cuidadosamente sobre a língua, progredindo para frente até atingir a valécula.


4)
A ponta da lâmina, ao atingir a valécula, pressiona o ligamento glosso-epiglótico que irá fletir anteriormente a epiglote.
Uma tração anterior firme da língua, no sentido do "cabo do laringoscópio" irá possibilitar a visualização da laringe.


Intubação com o guia introdutor de “Macintosh-Venn-Eschmann”
("bougie”)

5)
Uma vez exposta a glote, se introduz o tubo endotraqueal, com o balonete desinflado e a curvatura para frente.
Esta sonda deve penetrar através da glote, com o balonete ultrapassando, de 1 a 3 cm as cordas vocais.
Este processo deve ser acompanhado visualmente afim de se garantir o correto posicionamento do tubo.



Confirmar intubação traqueal
com CO2 expirado.

Um comentário: